Carolina Oda

carolinaoda

NOME: Carolina Oda

ESTADO: São Paulo

PROFISSÃO/ATUAÇÃO NA CERVEJA: gastrônoma, sommelière de cerveja e consultora cervejeira

*

1) Melhor Ale produzida no Brasil

Pela qualidade, pela paixão, pelo cuidado, pela cadeia refrigerada e pela entrega feita por quem faz a cerveja: Júpiter APA.

2) Melhor Lager produzida no Brasil

Pela brincadeira com madeira nacional, já que sou fã das coisas pensadas mais além do óbvio, a Way Amburana Lager.

3) Melhor Ale estrangeira à venda no Brasil

Ela é pouco falada e está pouco presente na mesa dos bares, mas, envelhecida, é uma das melhores cervejas que já tomei na vida: Liefmans Goudenband.

4) Melhor Lager estrangeira à venda no Brasil

Acho que é voto repetido, mas como ela continua sendo a única Lager estrangeira que tomo frequentemente: Harviestoun Schiehallion

5) Melhor chope nacional ou estrangeiro à venda no Brasil

Vedett, sucesso de Witbier!

6) Melhor bar cervejeiro nacional

Sagarana. Pessoal super hospitaleiro, as delícias mineiras da Pri, o bom papo com o Paulo, a boa quantidade de cerveja acompanhada da super carta de cachaça e porque não tem como não gostar de um bar onde eu posso ficar descalça num banco na calçada, muito de buenas, bebendo num copo americano, sem pretensão nenhuma.

7) Melhor cerveja caseira

Não sei se não tomei ou se não lembro de nenhuma… Vai ficar o voto, então, para chicha morada do cervejeiro Alexandre Figliolino, que viajou para o Peru e trouxe milho e fermento. Como um bom cervejeiro, fez uma combinação do jeito de fazer cerveja com o jeito de fazer chicha e me proporcionou uma degustação de algo diferente de qualquer outra coisa que já tivesse provado.
Muito interessante! Vamos votar pra ver se ele faz mais uma leva. Tá valendo? Afinal, fermentado de milho é tipo uma cerveja, vai…

8) Melhor cerveja que ainda não chegou ao Brasil

Difícil falar uma cerveja específica… Prefiro votar em marcas: da Itália, gostaria que viessem as Birra del Borgo. Do Reino Unido, The Kernel.

9) Melhor blog ou site cervejeiro

Brejas. Não são só reprodutores de release. Não ficam só provando cerveja e falando suas notas. É um espaço democrático, informativo, bem amplo nos assuntos em torno da cerveja. Dão espaço para textos com opinião de pessoas variadas, tem guia de bares, de ponto de venda, de cervejarias… Sem dúvida, o site mais completo. E, por ser o mais acessado, acaba sendo uma boa porta de entrada para os iniciantes no assunto.

10) Melhor rótulo de cerveja, nacional, importado ou caseiro

Saison à Trois. Além de me divertir com os pezinhos, achei demais quando eles lançaram o site da cerveja, com os contos, tal… Rótulo que tem historinha, tem conceito, tem um porquê. Sou fã da criatividade dos doidos da 2Cabeças.

11) Melhor evento cervejeiro nacional

Beer Experience. Por ter juntado tanta gente, por fazer com que pessoas que, talvez, nunca tivessem provado uma cerveja diferente na vida fossem expostas a tantos rótulos. E pra mim, que sou fã, pude ir pela primeira vez ao show do Seu Jorge e, ainda por cima, tomando uma Way Die Fizzy Yellow. Que beleza!

12) Novidade do ano

Finalmente, a tão esperada e essencial, a ABMic (Associação Brasileira de Microcervejarias).
O mínimo que tínhamos de fazer aqui no Brasil. O mercado crescendo tanto, mas tão solto e desunido. Que venha pra ter sucesso nos objetivos e que os associados se entendam!

13) Melhor fato cervejeiro

O aumento do número de restaurantes com boas opções de cervejas. Ver cerveja boa em lugares como Fasano, Varanda, Nama Baru é muito bom sinal!

14) Pior fato cervejeiro

A maioria das cervejarias e importadoras colocar o produto na prateleira e ponto final. É uma pena a falta de divulgação, trabalho de marca, posicionamento, a preocupação em atrelar a cervejaria a algum conceito bacana. Tem cervejeiro caseiro que firma conceito e divulga o seu produto melhor do que muita marca conceituada. Não é nada raro ter algum deles no Empório Alto dos Pinheiros, por exemplo, com garrafas abertas, dando para o pessoal provar as cervejas.
Tem também os que fazem divulgação com eventos de degustação e chamam só jornalista. No meu primeiro ano de freela, senti muita dificuldade em ter acesso às novidades, que foram muitas. Conversando com outros profissionais que também trabalham com consultoria, a opinião é a mesma. Isso não é jaba, mendigar, nada disso. Mas não dá pra ficar comprando todas as mil novidades do mercado, para saber se o produto é bom para colocar em tal carta de cerveja.
E, nesse assunto, sempre lembro da frase da Gabi, do Biergarten, de Ribeirão Preto: “O ponto de venda precisa do seu produto ou você que precisa da prateleira dele?”

15) Previsão cervejeira para 2014

O mercado está superaquecido. Obviamente, o aumento de bares especializados, cervejarias, cartas de cerveja em restaurantes é certo. Mas acho que o destaque pode ficar para mais cervejeiros caseiros começando a produzir em cervejarias. Afinal, os últimos casos têm sido só sucesso.

Advertisements

One thought on “Carolina Oda

  1. Adorei o texto! E também voto para o Alexandre Figliolino fazer mais algumas levas da chicha! As cervejas dele são espetaculares!!!!

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s