Bob Fonseca

bob

NOME: Roberto Fonseca

ESTADO: São Paulo

PROFISSÃO/ATUAÇÃO NA CERVEJA: Jornalista, criador dos blogs Latinhas do Bob, Blog do B.O.B., colunista temporário na revista Menu e colunista da Last Call for Beer

*

1) Melhor Ale produzida no Brasil

Na primeira vez em que provei a Cacau IPA da Stone/Bodebrown no Festival Brasileiro da Cerveja, em Blumenau, achei-a com pouco aroma, mas bom sabor de cacau e amargor. A dúvida logo passou quando fiz novo teste em uma taça apropriada – bem mais que o copinho de amostra que eu tinha usado antes. A combinação é improvável, mas deu certo. Mas bem que o Samuel Cavalcanti, dono da Bodebrown, poderia reconsiderar e fazer uma edição da IPA sem o cacau, para matar a curiosidade dos degustadores.

2) Melhor Lager produzida no Brasil

Bamberg O Calibre. Faltam boas German Pils nacionais e as importadas, invariavelmente, não chegam em boa forma. A da Bamberg tem bom amargor, perfil limpo de malte e final seco. Tem me agradado mais do que a Bohemian Pilsner Camila Camila.

3) Melhor Ale estrangeira à venda no Brasil

Foi vendida por pouco tempo em São Paulo, com direito a confusão de datas – a garrafa dizia um dia de vencimento, já ultrapassado na venda, a caixa outro. Mas a Stone IPA é um bom e claro exemplo de como cervejas com amargor potente não precisam ser ásperas. Nessa mesma linha estava a IPA da Odell, que também teve venda limitada na capital paulista. Dois exemplos a serem seguidos pelos nobres cervejeiros brasileiros fãs de lúpulo e IBUs, as International Bitterness Units.

4) Melhor Lager estrangeira à venda no Brasil

Essa passou quase “incólume” nos votos. Lançada sem alarde em Blumenau, junta um defumado porreta com mais potência de maltes e álcool: Aecht Schlenkerla Rauchbier Urbock.

5) Melhor chope nacional ou estrangeiro à venda no Brasil

Chegou muita coisa boa importada no ano que passou, mas minha opção é nacional. Se destacar no meio de mais de uma dezena de cervejas em um tap takeover é digno de nota. E foi o que fez a Hoppy Day da Tormenta durante o lançamento da Liga das Cervejas Extraordinárias na capital. Apesar da relutância do Tiago e da Livia em chamarem a cerveja de IPA, é uma bela IPA (rs).

6) Melhor bar cervejeiro nacional

Poderia elogiar qualidades de uns e tradição de outros. Mas melhor bar é aquele a que vamos mais durante o ano. E foi o Empório Alto dos Pinheiros. Há, contudo, itens a serem melhorados em 2014.

7) Melhor cerveja caseira

Tecnicamente ela já estava envelhecida e tinha problemas de produção. Mas a Saison de Saúva feita pelo pessoal do Lamas, Marcelo Cury e o Paulo Leite do Empório Sagarana, entre outros, não passa despercebida. Será que toda aquela nota herbal/grama veio das formigas? Fico imaginando a cara do técnico do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (MAPA), analisando o pedido de registro e lendo a descrição dos ingredientes…

8) Melhor cerveja que ainda não chegou ao Brasil

Para fugir das unanimidades americanas, gostaria muito de uma cerveja ácida alemã – Berliner Weisse ou Gose – ou uma inglesa em cask, com o serviço de cask vindo junto. Para facilitar a vida dos importadores, há a união de ambos os desejos: The Kernel Berliner Weisse, com 2,5%, em cask. Literalmente, tomaria que nem água.

9) Melhor blog ou site cervejeiro

Shut Up About Barclay Perkins. Muita pesquisa histórica, informações técnicas e uma boa dose de humor e provocação. Não é qualquer um que pode sacanear abertamente o Charles Papazian em uma discussão de estilos.

10) Melhor rótulo de cerveja, nacional, importado ou caseiro

Cafuza, que ilustra a boa cerveja do Bruno Moreno de Brito e do Leonardo Satt. Além de bacana para camisetas – um critério que as cervejarias deveriam incluir na hora de escolher design -, virou alvo de paródia da Cervejaria Urbana, que criou a Lafond. Para alguém se dar ao trabalho de fazer piada sobre alguma coisa, ela tem de ser muito boa ou muito ruim. No caso da Cafuza, fico com a primeira opção.

11) Melhor evento cervejeiro nacional

Festival Brasileiro da Cerveja, de Blumenau. Nem é preciso considerar minha opinião. Basta ver para qual evento os cervejeiros levaram a maioria de seus lançamentos e experiências em 2013.

12) Novidade do ano

Alguns bares começaram a se preocupar mais com o serviço de chope, criando câmaras frias de onde saem diretamente as torneiras. Visitei o Escondido, no Rio, que usa esse sistema – baseado no Bier Markt, de Porto Alegre – e dá para perceber a diferença no copo. Tomara que essa preocupação se estenda a outros locais, como já ocorre em outros pontos de venda gaúchos, por exemplo. O slogan “no crap on tap” não deveria se resumir aos rótulos engatados, mas a toda sorte de variável que pode estragar o chope se ele não for bem cuidado.

13) Melhor fato cervejeiro

Já que meu pior fato cervejeiro em 2012 foi a ausência de uma associação nacional de microcervejeiros, por uma questão de Justiça elenco como melhor notícia do ano a recriação da Associação Brasileira de Microcervejarias (ABMic). Boa sorte aos envolvidos, porque a pissa, como diria um ex-vereador, tem proporções descomunais.

14) Pior fato cervejeiro

Pensar que apenas a criação da Associação Brasileira de Microcervejarias não será suficiente para unir, de fato, os cervejeiros e interessados na bebida artesanal em torno de objetivos em comum. Será um trabalho de Hércules ou de Sísifo? Em dezembro será possível ter uma ideia.

15) Previsão cervejeira para 2014

Ainda somos os mesmos e erraremos como nossos pais. Espero que um pouco menos este ano. E com menos trololó nas redes sociais. Chega de quixotismo às avessas, bradando contra inimigos que na verdade são moinhos de vento. Ah, e acho pouco provável que dê para resolver alguma coisa tributária em ano eleitoral.

Advertisements

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s